Pesquisar este blog

terça-feira, 20 de julho de 2010

Vazio

(11.07.10) (horas: 2:06 am)

          Ela olhava para um ponto fixo na parede, na mente dela ninguém podia saber o que se passava, aquela garota era um pouco instável. Poderia não estar pensando em nada... Ou talvez em alguma vingança louca.
          A garota mantinha a expressão neutra, ninguém conhecia ela muito bem, talvez nem ela se conheçesse direito.
          Era a perfeita ilustração do vazio, fosse sentimental, mental ou social, mas não importava, afinal como tal situação tão comum e rotineirapoderia causar tal indagação? Te respondo facilmente, nada para fazer.
          Eu estava me sentindo sozinhae sem inspiração e isso foi a primeira coisa que me veio à mente para filosofar sobre.

Ana Letícia de Azevedo Cajazeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário