Pesquisar este blog

domingo, 19 de junho de 2011

Jamais...

Eu não sei como me sentir.
Eu não sei o que fazer .
Eu não sei o que dizer.
Não sei quanto vou perder.

Só sei que te amo.
Só sei que te quero.
Só sei que nós vamos
para o inferno

O beijo da noite me concedeu,
uma visão assombrosa 
de como você nunca foi meu.

By: Ana Letícia de Azevedo Cajazeira

Um comentário:

  1. Como te falei, forte. Belo e forte. E que o inferno seja no mundo sensível, no máximo, e que dure pouco. E que você retorne. Porque há outras partes do mundo sensível, que não são inferno. Terás outras visões. E outro, que será teu.

    Beijos,
    Débbie.

    ResponderExcluir