Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de julho de 2010

O que eu não precisava...

Introdução:

I want be a tear,
To born in your eye,
Drop for your face and
Die in your lips

Texto:

           A magia acabou, então eu apaguei as luzes e voltei a sentar, mas a sensação não era a mesma. Fiquei ali por mais um instante esperando que a magia voltasse, mas ela não o fez.
Eu levantei e caminhei até o meu quarto, com a cabeça baixa e as lágrimas silênciosas escorrendo pela minha face.
           Deitei. Senti o vazio tomar conta do meu ser, senti aquele familiar buraco no peito, chamado saudades. Uma doença incurável, uma vontade inevitável. Algo insuportável.
           Você não parece a mesma reprise de sempre, não é igual aos outros, é sempre um novo "epsódio", aquele tão esperado e que dá as reviravoltas mais inesperadas, algo novo. Especial.
           Acho que eu não precisava dessa dor  que me toma, do buraco no meu peito, do vazio da minha mente, mas eu sei que precisava acordar para a realidade e infelizmente o que eu não queria precisar foi necessário e espero que alguém compreenda. Essas lágrimas que escorrem pelo meu rosto não são de tristesa,nem de alegria, somente de pura e inocente confusão.
            Infelizmente a vida é assim a gente perde, ganha, acerta e erra, sorri e chora, mas é como dizem por ai...Nada acontece por acaso.

Por: Ana Letícia de Azevedo Cajazeira

Dedicado à: Hernan David

Nenhum comentário:

Postar um comentário