Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Confiança

Por: Ana Letícia de Azevedo Cajazeira

Dedicado à: Mour Tiar, Ildsó o Icicai

Data: 02/07/10

Hora: 1:54:00 am

Texto: 

          Vocês não confiam em mim!!!
          Aqui estou eu derramando lágrimas pardidas no espaço, por quê? Simples, vocês meus mour não confiam em mim. Não adianta falar que não é verdade, porque eu sei que é. Como sei? Fácil. Também não confio em vocês, ou não mais.
          Estamos sempre cheios de segredos e não adianta tentar mudar tal fato, afinal, é por isso que temos amigos, porque  os elegemos e então sabemos que podemos contar com eles caso eles também nos elejam.
          Confiança é algo adiquirido ao longo do tempo, mas é como 90% das coisas, leva-se uma vida para construir e apenas alguns segundos para destruir, E os mour perdem tudo que já conseguiram entre os 13 e os 19 anos, porque não sabem lidar com a nossa fase "difícil".
          Eu desisti de confiar neles, eles já mentiram tanto, mesmo de coisas que não precisavam mentir, como por exemplo: por onde os bebês saem?, ou, do que é feita a neve?
          O importante é que eu confio em mim e não vou me deixar abalar, e eu confio nisto e não vou deixar de escreve-lo só pelo risco de alguém ler, não vou. A verdade é que é melhor saber, porque vocês que vão/ têm que consertar isso.

*mour --> isso é um código se você for capaz decifre-o

Nenhum comentário:

Postar um comentário